Aspectos importantes para começar a correr

07/08/2020

Os benefícios da corrida são inúmeros, reduz a pressão arterial e o risco de outras doenças do coração, auxilia na manutenção do peso e do bem estar, entre outros.

Para quem vai sair do sedentarismo ou irá correr de forma regular é importante se prevenir contra lesões e outras complicações que podem ocorrer.

Avaliação médica: a corrida é um exercício de alta intensidade, portanto, é importante uma consulta com um médico do esporte que irá fazer a anamnese, exame físico e avaliar a necessidade de exames complementares, como eletrocardiograma, ergoespirométrico, exames de sangue, entre outros. Vale ressaltar, que é importante não ter isso como barreira para iniciar uma caminhada, por exemplo, mas qualquer sintoma exige auxílio médico imediato.

Metas e hábito: planos devem ser traçados de acordo com o objetivo individual: saúde, lazer, emagrecimento ou performance. Para manter a motivação e criar o hábito, metas realistas de curto prazo são interessantes. O acompanhamento da sua evolução com aplicativos de corrida ajuda muito. Grupos de corrida e inscrição em provas de rua também vão mantê-lo motivado.

Treinamento: a atenção à progressão de carga é essencial para não ocorrerem lesões. Boas estratégias seriam aumentar em torno de 10% a distância a cada semana, correr a cada 2 dias, variar intensidade de treino ao longo da semana e realizar treinos de bicicleta e natação nos dias em que não for correr. Uma assessoria de corrida é muito importante para isto, pois individualiza a prescrição e progressão de cada um.

Treino de força/musculação: negligenciado por muitos que começam a correr, não só é importante para a saúde mas também para prevenção de lesões e melhora da performance.

Nutrição: com a corrida a quantidade de calorias, macro e micronutrientes e horários das refeições devem ser estrategicamente distribuídas. Aqueles que desejam perder peso requerem mais atenção e devem fazê-la de forma gradual.

Sono: a recuperação e adaptação ao treino ocorrem durante o descanso. Mantenha uma rotina de sono. A duração muda para cada pessoa e caso tenha um sono não reparador a avaliação médica pode detectar alguns problemas.

Movimento de corrida: além de um calçado que seja confortável e apropriado para corrida, um movimento de corrida inadequado pode ser um causador de lesões e redução da eficiência da corrida.

E é sempre importante lembrar: dor é um sinal de alerta, não negligencie e procure auxílio com um médico.

Texto de Dr Caio Senise @dr.caiosenise

Não deixe de conferir @café.com.esporte