Dor articular na face anterior do ombro - causas e afins

31/07/2022

Sempre fui fascinada por esportes desde pequena, mas nem todos eu tinha a habilidade necessária para jogar. Digamos que, os que envolviam a dominância do braço (como o handebol) era facilmente executado, já os que abrangiam as pernas (como o futebol) passava distante da prática e eu apenas apreciava e nesse caso, permaneço desfrutando.

De certa forma, esportes que envolvem movimentos amplos com o braço, em especial com a articulação do ombro em diferentes direções pode repercutir em uma dor anterior no ombro, ou seja, na frente.

Se por acaso, você já sentiu praticando durante a prática esportiva ou simplesmente levantando o braço, o post de hoje é para você.

Em especial, a dor na frontal ou anterior possui como estrutura lesada em sua maior parte o tendão do bíceps, sendo estes, conectados entre duas articulações: o ombro e o cotovelo. Na imagem a seguir é possível visualizar eles.

Anatomia da face anterior do ombro.
Anatomia da face anterior do ombro.

Quando lesado pode limitar o movimento do braço, causando dor ou desconforto. O sintoma doloroso é principalmente agravado com atividade de alcance, levantamento acima da cabeça e até mesmo no treinamento de força de bíceps (alto volume e/ou carga) e por movimentos repetitivos com alguma demanda externa ou não.

Assim, quando a dor se torna incapacitante, como conter movimentos de levantar na frente, ser presente em repouso, houver inchaços e perdurar ao longo de dias, se torna fundamental consultar um médico para identificar a presença ou não de uma lesão. E ainda, é primordial verificar os movimentos e tensões, vou te explicar...

Nesse caso, avaliar os movimentos de rotação interna, ou seja alcançar atrás das costas (se não conseguir é provável que haja restrição); uma limitação na parte de trás do ombro gerando uma sobrecarga no tendão do bíceps na frente e até mesmo, o acúmulo e rigidez na região superior das costas, são fatores que podem influenciar e afetar a capacidade do tendão de realizar força e movimento, causando dor. Ou seja, olhar os movimentos realizados será a chave para entender a dor e as limitações.

Portanto não vou deixar como dica, mas como um conselho, se existir incômodo na região anterior do ombro busque uma avaliação prévia de um profissional, pois facilitará o entendimento e consequentemente a redução da dor.

Por Maria Eduarda Vieira

  • Acadêmica de Fisioterapia da Universidade de Caxias do Sul.
  • Coordenadora da Liga Acadêmica de Fisioterapia em Traumatologia Ortopédica e Desportiva