O sono na infância - parte II

18/09/2021

Voltando ao sono infantil...

Embora a maior parte das queixas relacionadas ao sono na infância se resolvam com medidas de higiene do sono (veja dicas no texto do mês passado), alguns distúrbios merecem atenção especializada.

A mais recente edição da Classificação Internacional dos Distúrbios do Sono (International Classification of Sleep Disorders - ICSD-3), divide os distúrbios do sono em 7 categorias principais, mas vamos falar das 3 principais queixas:

1) Insônia: distúrbio do sono mais prevalente na faixa etária pediátrica, acometendo até 30% das crianças. É a dificuldade de início ou manutenção do sono, despertar mais cedo que o desejado, resistência para o início do sono, ou dificuldade em iniciar o sono sem a intervenção dos pais ou cuidadores em um ambiente propício para o início do sono (sem televisores, smartphones ou tablets sendo utilizados no horário de dormir) e com consequências diurnas da dificuldade descrita, como sonolência ou cansaço excessivo. A insônia infantil pode ter varias causas e a avaliação do pediatra ou do neuropediatra é fundamental para seu manejo.

2) Parassonias: são caracterizadas por um dissociação entre a vigília e o sono REM ou não REM, e se traduzem em fenômenos comportamentais, tais como, o despertar confusional, o sonambulismo e o terror noturno. O tratamento da maioria das parassonias é o manejo clínico-comportamental, raramente necessitando abordagem medicamentosa.

3) Distúrbios do movimento relacionados ao sono: são movimentos simples, com frequência estereotipada, que ocorrem durante o sono, tais como a síndrome das pernas inquietas, o bruxismo e a mioclonia benigna do sono da infância. Assim como as parassonias, o tratamento é conservador na maioria dos casos e a avaliação especializada é sempre recomendada para afastar outros diagnósticos.

Finalmente vale reafirmar que boa alimentação, atividade física, boa rotina e higiene do sono resolvem praticamente a maioria dos problemas do sono infantil!

Um abraço.

Por Dra. Alessandra Russo

  • Médica Neuropediatra pela USP.
  • Mestre e Doutora pela USP.
  • Título de Especialista em Neuropediatria.
  • Pós-graduada em Psiquiatria infantil pela USP.
  • Membro da Sociedade Brasileira e Internacional de Neurologia Infantil