Quais suplementos funcionam de verdade?

18/09/2020

Essa é uma pergunta que intriga profissionais da área da Medicina e Nutrição Esportiva, principalmente quando o assunto é recuperação da musculatura. É o tão badalado "Recovey". Afinal, quem não deseja estar sempre com o corpo pronto para o treino, não é verdade?


Nesse contexto, um estudo trouxe um levantamento com os mais variados suplementos que se propõem a melhorar a recuperação muscular com os respectivos níveis de evidência científica para tal.


No grupo dos com "Bom nível de evidência", apenas três suplementos são citados: Creatina, Ômega 3 e "Cerejas azedas" (_tart cherries_).


Vitamina D, suco de beterraba e romã também apresentam boa evidência. O artigo também traz alguns outros suplementos badalados no mercado, mas que são classificados como moderados em evidência para recuperação muscular. Como exemplos, temos Cafeína, Curcumina, Glutamina, HMB e L-Carnitina.


Para finalizar, puxando a fila dos suplementos como baixo ou nenhum nível de evidência para recuperação muscular, há outros ainda mais conhecidos e amplamente comercializados: Astaxantina, Chá verde e probióticos. Nessa última categoria, ainda está incluso o "Jejum".


É importante ressaltar que o foco do artigo é sobre "Recuperação Muscular", então alguns dos suplementos citados podem ter função com boa evidência para outros objetivos. Para isso, é fundamental ter orientação do seu(ua) Médico(a) ou Nutricionista Esportivo(a) para individualizar o que é necessário para o seu objetivo.


Fonte: Bongiovanni et al. Nutritional interventions for reducing the signs and symptoms of exercise‐induced muscle damage and accelerate recoveryin athletes: current knowledge, practical application and future perspectives. European Journal of Applied Physiology, 2020