top of page

Mais chão, menos tela

Nossas crianças usam muita tela? Sim! Dados da pesquisa TIC Kiks Online - Brasil (2018), realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), revelam que 86% das crianças e adolescentes brasileiros, entre 9 e 17 anos, estão conectados, o que corresponde a 24,3 milhões de usuários da internet.


As telas são hoje um grande problema de saúde pública, especialmente na infância. O cérebro em desenvolvimento é mais susceptível aos prejuízos causados pelo uso abusivo das telas.



Mas se a criança não está nas telas, onde ela está? Pois é! Essa é uma grande questão. As telas distraem e dão aos pais tempo para fazer suas tarefas de forma mais despreocupada. Se a criança não estiver na tela você vai ter de estar brincando com ela. 


Mas entenda que essa brincadeira, lúdica, compartilhada, recheada de memórias emocionais que serão eternas, é parte importante de um ambiente rico para um bom desenvolvimento motor, cognitivo e emocional. 


Muito se sabe sobre o papel do ambiente no desenvolvimento de diversos transtornos, por isso criar uma ambiente rico em estímulos, com brincadeiras simples, com poucos recursos além da imaginação e da boa vontade é um pilar de saude importante não só para seu filho como também para você. 




Estimular nossos pacientes a uma parentalidade mais presente é fundamental para a saúde geral da família. Os afazeres da vida adulta podem esperar, o tempo do seu filho não espera. Aproveite!


Um abraço!

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page