top of page

Relações Sociais na Infância

Por Dra. Alessandra Russo

Um dos pilares para uma vida mais saudável são as relações sociais. Quando pensamos na infância, essas relações são ainda mais importantes, visto que os pequenos estão formando toda a base de sua personalidade.

Trabalhar as relações sociais na infância é de extrema importância para um desenvolvimento físico, cognitivo e emocional mais saudável.

O ser humano é extremamente sociável, mas a falta de estímulo pode prejudicar o desenvolvimento desta habilidade. Embora esse seja um comportamento inerente ao ser humano, ele pode e deve ser estimulado. Por isso, é fundamental que ocorra, desde cedo, um estímulo para que as crianças trabalhem suas capacidades sociais.

Além disso, é importante estimular desde cedo o convívio com a diversidade, gerando uma relação de respeito e sem preconceitos.

E para isso é necessário que a família tenha também sua rede de conexões sociais, para que a criança seja exposta a múltiplas situações sociais. Nestes tempos pós pandemia, isso é ainda mais importante, pois nossas crianças foram privadas por muito tempo de um contato social de qualidade.

Mas como fazer isso neste tempo de relações tão frágeis e virtuais? Dicas:

  • Aprenda a ouvir seu filho: assim você o ensina a escutar as opiniões divergentes e debatê-las de maneira saudável. Cria nele senso de pertencimento e de importância.

  • Seja exemplo: seja gentil na sua convivência social. Lembre-se que um exemplo vale mais que mil palavras.

  • Exponha sua criança ao convívio social diverso: praças, shoppings, parques. Deixe que ele faça amizades com novas pessoas. Dê liberdade dele ser criança.

  • Invista em brincadeiras saudáveis, ao ar livre, com mais brincar e menos brinquedos.

Lembre-se que uma criança que cresce sendo estimulada ao bom convívio social, será um adulto mais saudável e com melhor qualidade de vida. Crianças que têm um desenvolvimento social saudável se tornam adultos mais calmos, pacientes, gentis e educados e muito mais preparados para enfrentar os desafios do mundo de uma maneira mais adaptada.


Dra. Alessandra Russo

  • Médica Neuropediatra pela USP.

  • Mestre e Doutora pela USP.

  • Título de Especialista em Neuropediatria.

  • Pós-graduada em Psiquiatria infantil pela USP.

  • Membro da Sociedade Brasileira e Internacional de Neurologia Infantil


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page