top of page

Saúde e Redes Sociais

Uma das necessidades humanas básicas é o relacionamento social.

Como seres sociais nós precisamos pertencer a um grupo. Evoluímos enquanto espécie para lidar com redes sociais e dependemos delas para sobreviver.


Como somos seres frágeis fisicamente quando comparados com outros animais e até mesmo dentro do grupo de grandes primatas, nosso maior recurso para sobrevivência foi a cognição e a formação de grupos.

Nada do que conquistamos hoje enquanto civilização seria alcançado sem comportamento grupal.

Estudos de antropologia e primatologia indicam que existe uma relação entre o tamanho do neocórtex e o número de relações sociais com as quais um indivíduo de uma espécie precisa lidar.


Essa teoria é chamada de hipótese do cérebro social.

Segundo ela desenvolvemos um cérebro social para lidar com as grandes demandas que as relações sociais exigem como uma refinada percepção do próprio funcionamento mental e previsão do funcionamento da mente da pessoa com a qual nos relacionamos.


Diversos estudos demonstram que as conexões sociais são determinantes de saúde e bem-estar em várias dimensões da vida.

Um dos estudos mais interessantes é o Adult Development Study (site do estudo), também conhecido como Grant and Glueck Study, que por mais de 75 anos tem seguido uma coorte de ex-alunos da Universidade de Harvard e jovens que no mesmo período moravam na periferia de Boston e que atualmente continua com uma nova geração desses participantes.

Os achados deste estudo são uma preciosidade.




 

Um dos mais importantes é que o maior determinante de saúde e sucesso na vida são as relações sociais:


“A descoberta surpreendente é que nossos relacionamentos e quão felizes estamos em nossos relacionamentos têm uma poderosa influência sobre nossa saúde. Cuidar do seu corpo é importante, mas cuidar de seus relacionamentos também é uma forma de autocuidado. Acho que essa é a revelação.”

Robert Waldinger - diretor do estudo

 

As relações oferecem diversos recursos como:

·         suporte emocional - doação de afeto, compreensão.

·         suporte instrumental - recursos materiais em momentos de necessidade.

·         suporte informacional - acesso ao conhecimento necessário para a resolução de um problema ou sugestões, orientações e esclarecimento.

·         relações positivas - relações que possibilitem diversão, relaxamento e afeto positivo.


Abraços de vitalidade.


72 visualizações1 comentário

1 Comment


Olá!

Este post é muito relevante. Trabalho como psicóloga na área hospitalar e o apoio social é a principal estratégia de enfrentamento utilizada por familiares e pacientes.

Adorei!

Abraços

Like
bottom of page