top of page

Ser atleta tem seus preços…

Os Benefícios do esporte são muito bem conhecidos e discutidos entre todos… porém, nós que lidamos diretamente com o esporte sabemos que para alcançar objetivos audaciosos é necessário muito sangue, suor, Lagrimas, algumas lesões aqui e ali e muita dor…


Ser Atleta Dói! 



É fato que Atletas Profissionais convivem com um nível de dor relativamente maior do que a população geral de Não-Atletas hígidos, e isto é algo que pode afastar o Atleta do seu melhor desempenho, configura então um processo de Doença.


Monitorar os níveis de dor do atleta é algo crucial para a manutenção do seu desempenho, e quando falamos em alta performance, qualquer indício de lesão toma proporções muito mais significantes.





Estes são problemas inerentes à todos os atletas e que muitas vezes são amplificados pelo seu estado emocional, e pelas situações do dia-a-dia moderno como ter que conciliar tempo familiar e desempenho esportivo. 





E Se houvesse um jeito de optimizar o Sono, Analgesia, Recuperação Física e Humor do paciente com uma coisa só?


Vocês que ainda não me conhecem, sejam bem vindos ao meu campo de trabalho e pesquisa, eu uso Cannabis para melhorar quase todos os âmbitos na vida de vários atletas. 


Hoje com cerca de 100 atletas atendidos, cada um com suas diferentes modalidades e compromissos. É interessante ver como o fundamento da Medicina Canabinoide também se aplica tão bem ao tratamento do atleta.


Temos na Medicina Canabinoide uma máxima que nos obriga a individualizar cada paciente, pois cada paciente metaboliza cannabis de um jeito peculiar e cada paciente / atleta possui suas fragilidades e vantagens.


Hoje nós já entendemos os processos fisiológicos que a cannabis consegue modular e conseguimos aplicar isso na manutenção de um estado de saúde integral de todas as pessoas, principalmente de atletas.


CANNABIS MEDICINAL NÃO É TÃO SIMPLES ASSIM...


Existem vários canabinoides com aplicações médicas conhecidas, que eleva este conhecimento para além de somente o CBD que ganhou a mídia recentemente, mas claro, Canabidiol é um dos caros chefes dessa planta mas não é o único.


Conheçam também os outros canabinoides:

Uma curiosidade é que todos eles são isômeros (C₂₁H₃₀O₂): Rearranjos da mesma massa molecular, mas com perfis de interação diferentes entre os receptores do nosso corpo.



THC - Delta-9-Tetrahidrocanabinol

Molécula muito interessante pelos seus efeitos psicoativos, há relatos de aumento da consciência corporal durante exercícios de endurance e possui efeitos analgésicos, anti inflamatórios, anti eméticos e estimulantes de apetite proeminentes…


CBD - Canabidiol

Conhecido pelo seu efeito Anti-Epiléptico, Possui propriedades analgésicas, anti inflamatórias, imuno moduladoras, e ansiolíticas.  


CBN - Canabinol

É uma oxidação degradativa do THC, possui 10x menos efeito psicoativo do que o THC, e possui efeitos indutores de sono proeminentes, 


THCv - Delta-9-Tetrahidrocanabivarina

É uma medicação que é o vetor oposto ao THC, enquanto o THC é agonista, o THCv é o Antagonista dos mesmos receptores que o THC interage, 

Possui efeitos proeminentes como inibidor de apetite, como adjuvante na terapia hipoglicemiantes e efeito na manutenção do foco e da atenção.


CBG - Canabigerol

É na minha opinião a melhor molécula para o atleta.

CBG Não tem efeitos psicoativos, mas consegue estimular o apetite. Possui efeitos imunomoduladores e anti inflamatórios até 4x maiores do que o CBD, e também possui efeitos Analgésicos e na manutenção do foco e da atenção de maneira Dose-Dependente.


CBC - Canabicromeno 

Canabinoide ainda pouco estudado, mas pelo seu perfil de interação com receptores do nosso corpo já conseguimos elucidar seu papel como Anti Proliferativo em receptores Nucleares, controlando assim Apoptose e Diferencial Tissular, assim como o THCv. Efeitos anti proliferativos estão sendo estudados para a adjuvancia ao tratamento de alguns tipos de Câncer.


São Várias moléculas que possuem indicações precisas e podem ser feitas em protocolos separados. Não é tão simples assim. Porém os resultados falam por si. 

Cada modalidade e cada esporte vai ter uma interação diferente com o organismo do atleta e reflexamente irá necessitar de uma mistura entre as moléculas acima diferente. Não é tão simples como só prescrever CBD a noite, Ad Eternum...


Não peço que vocês levantem a bandeira da Cannabis Medicinal, mas nosso pensamento científico deveria nos obrigar a conhecer algo, antes de falar que ela não é boa… Convido vocês a conhecerem mais do universo da Cannabis Medicinal e suas aplicações na Medicina Esportiva!


Confiram nesta matéria: 18 atlétas que utilizam Cannabis Medicinal: https://eutenhodireito.com.br/confira-18-atletas-que-usam-oleo-de-canabidiol-cbd/


Atletas que Utilizam Cannabis Medicinal

Usain Bolt – Velocista olímpico

Michael Phelps – Nadador

Pedro Barros – Skatista (BR)

Kevin Durant – Jogador de basquete

Brittney Griner – Jogadora de basquete

Daniel Chaves – Maratonista olímpico (BR)

Bruno Soares – Tenista (BR)

Lívia Souza – Lutadora de UFC (BR)

Raoni Barcelos – Lutador de MMA (BR)

Maguila – Pugilista (BR)

Talisson Glock – Nadador paralímpico (BR)

Roberto Alcalde – Nadador paralímpico (BR)

Bob Burnquist – Skatista (BR)

Ítalo Penarrubia – Skatista (BR)

Andrew Talansky – Ciclista

Carli Lloyd – Jogadora de futebol

Megan Rapinoe – Jogadora de futebol

Nate Diaz – Lutador de MMA





Obrigado pela atenção e leitura até aqui

Até a próxima!

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page