top of page

Poder de um Plano

Atualizado: 19 de jun.

“Quem falha em planejar, planeja o fracasso.” Benjamin Franklin



Em 2008 durante as eleições na Pensilvânia 287,000 pessoas foram aleatoriamente escolhidas para um teste.

Foram divididas em 3 grupos: Grupo de controle, grupo padrão e o grupo de planejamento.

O objetivo desse teste era saber se dar um plano de votação aumentaria as chances dos eleitores votarem.

Então, pouco antes das eleições não fizeram nenhuma ligação para o grupo de controle.

Mas para o grupo padrão foi feita 1 ligação para lembrá-los das eleições, encorajá-los a votar e perguntar se tinham a intenção de votar.

E com o grupo de planejamento fizeram essa mesma ligação do grupo padrão, porém fizeram mais 3 perguntas: Quando votariam, onde iriam votar e como iriam chegar no local de votação.

Os resultados foram os seguintes: Aqueles do grupo padrão compareceram 2% mais em relação ao grupo de controle.

E o grupo de planejamento compareceu 4.1% mais em relação ao grupo de controle.


Já em um outro estudo em 2001, na Grã-Bretanha, pesquisadores queriam ajudar 248 pessoas a criarem bons hábitos de exercício em duas semanas.

As pessoas foram divididas em 3 grupos.

O primeiro grupo, que foi o de controle.

Foi solicitado que as pessoas desse grupo registrassem quantas vezes se exercitavam.


O segundo grupo, que foi o da motivação.

Eles além de registrar seus treinos, tinham que ler artigos sobre os benefícios do exercício. Os pesquisadores também explicaram algumas consequências por não se exercitar.


Por fim, o terceiro grupo.

Eles receberam a mesma apresentação sobre as consequências, o que os deu níveis parecidos de motivação em comparação ao segundo grupo.

Mas também lhes foi pedido que definissem um planejamento de quando e onde se exercitariam durante a semana seguinte.

Eles tinham que completar a seguinte frase:

“Durante a próxima semana, vou me exercitar pelo menos 20 minutos em [dia] às [horas] em [local].”


Os resultados foram esses: de 35% a 38% do primeiro e segundo grupo se exercitaram pelo menos 1 vez por semana.

Já no grupo de planejamento, 91% se exercitou pelo menos 1 vez por semana. Mais que o dobro.


Esse é o poder de um plano.


Com apenas 3 perguntas no primeiro estudo fizeram 4% a mais das pessoas comparecerem para votar.

Melhor ainda no segundo estudo, onde com um simples plano, fez 91% comparecer para se exercitar.

Planejar é dizer a si mesmo como vai alcançar uma meta.

É dar uma data, local e hora para suas metas passarem a existir no mundo.

Planos diferenciam quem alcança algo, e quem não.

A qualidade do seu plano define a probabilidade de alcançar sua meta.

Entretanto, ainda há uma coisa.

Você pode ter a meta mais ambiciosa do mundo e o plano mais bem elaborado, se te faltar esse ingrediente mágico, você não irá a lugar algum.


Gostou dessa reflexão?

Hoje falei sobre como isso acontece quando falamos de MOTIVAÇÃO! No próximo texto do blog abordarei o poder da ação.

Assim, não deixe de assinar nossa MedNews - Newsletter do Movimento Médicos Atletas para receber semanalmente nossos textos! Além disso, não esqueça de deixar seu comentário!

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page