top of page

Volta as Aulas

Por Dra. Alessandra Russo

Reflexões sobre a volta às aulas

A pandemia nos pegou muito de surpresa. Ninguém esperava viver o que vivemos nos últimos 2 anos. E se para nós adultos, isso foi impactante, imagine para nossas crianças! As aulas on-line trouxeram uma grande necessidade de adaptação tanto das escolas, quanto das família e especialmente, das crianças e adolescentes. Alguns se adaptaram bem, outros nem tanto, mas não há como negar que o prejuízo pedagógico e social foi importante.

E então, as aulas voltaram ao presencial no ano passado causando ainda mais confusão - aulas híbridas, bolhas de comparecimento, dias alternados, enfim, cada escola se reinventou como pode e novamente nossas crianças tiveram que se readaptar.

Finalmente em 2022, todos voltamos ao presencial e aí percebemos o quanto de prejuízos esse tempo fora da escola física trouxe. Dificuldades sociais, acadêmicas, aumento da necessidade de suporte e cobrança de todos os lados.

A grande dica para esse ano é: vamos devagar! O processo de volta ao presencial não é tão simples e cada criança terá seu tempo de adaptação, sua velocidade de recuperação dos conteúdos e de sua socialização. Preste atenção aos sinais de ansiedade e depressão e procure ajuda se estiver muito difícil esse processo.

Um abraço,


Dra. Alessandra Russo

  • Médica Neuropediatra pela USP.

  • Mestre e Doutora pela USP.

  • Título de Especialista em Neuropediatria.

  • Pós-graduada em Psiquiatria infantil pela USP.

  • Membro da Sociedade Brasileira e Internacional de Neurologia Infantil


1 visualização0 comentário

Yorumlar


bottom of page